CLIA ABREMAR NEWS – EDITORIAIS Toggle

Grandes investimentos e importantes aquisições: o que esperar do setor para as próximas temporadas

O ano está acabando, mas a temporada de cruzeiros no Brasil tem um longo e promissor caminho até abril de 2018. Estima-se um crescimento de 15% na quantidade de turistas embarcados em relação à temporada passada. Os sete navios que já começaram a atracar no país devem embarcar 439,7mil pessoas, em 124 roteiros. Os números são bons e estamos apenas no começo dessa empreitada que promete ser de retomada.

Enquanto trabalhamos em um crescimento contido em águas nacionais, os números internacionais aparecem grandiosos e extremamente animadores. E isso é bom. Para vocês, agentes de viagens, que terão uma cartela ainda mais completa de produtos e mais possibilidades de negócios, e para o Brasil, que amplia suas possibilidades de crescer a cada temporada que se inicia. Vejam alguns dados:

– São 90 Navios encomendados e que estarão navegando nos próximos anos.

– O investimento nos navios encomendados está avaliado em US$ 55 bilhões.

– Um Navio médio terá 104 mil toneladas.

– Esse mesmo navio terá capacidade de transportar 2.650 pessoas.

Quanto mais navios, maior a demanda por novos e bons destinos. Nossa extensa e belíssima costa pode e deve estar no radar dessas empresas. É preciso estimular a vinda de mais embarcações, já que apenas os sete navios vão gerar 24 mil empregos nesta temporada. Serão 3,5 mil empregos por navio.
Temos tudo para atraí-los e ampliar nosso faturamento, o número de cruzeiristas – potenciais clientes dos agentes de viagens – e, consequentemente, alavancar a economia nacional. Esses dados atestam a força e a necessidade de atenção com o nosso setor, já que são esperados 25,8 milhões de cruzeiristas viajando pelo mundo e, segundo estudo da CLIA em parceria com a FGV (Fundação Getúlio Vargas), o gasto médio de um turista deste perfil gira em torno de RS 560 por dia.

Queremos toda essa força aqui! Que venham as próximas temporadas. Como sempre, e mais do que nunca, contamos com vocês.

Comments are closed.